Diferentes tipos de meditação

06/10/2020



  • Hoje nós vamos falar um pouco sobre práticas de meditação e tentar trazer pra vocês algumas formas de praticar para que você encontre uma que se identifique mais.

    Quando pensamos em meditação, já nos vem à cabeça imagens de grandes mestres budistas, ou de pessoas com grande disciplina emocional. Mas na verdade, está muito longe disso. A técnica é acessível, e você pode incorporá-la de diversas maneiras em sua rotina. 

    Quando meditamos, acabamos tranquilizando a mente e criando ferramentas internas para lidar com o estresse do mundo, onde nossos sentidos são muitas vezes influenciados negativamente.

    ATENÇÃO PLENA 
    O foco da Atenção Plena é o corpo, suas sensações e sua respiração, e tudo que é feito é direcionado a reduzir os níveis de estresse. Feche os olhos e atente-se a sua respiração, principalmente em sua velocidade. Depois, comece a prestar atenção em cada parte de seu corpo, começando pelo estômago e perceba as sensações que cada parte lhe proporciona. Identifique tudo o que você está sentindo: agitação, dores, tensões, sensibilidade.
    O importante desse estilo de meditação é manter-se focado nas sensações do corpo e na respiração. Faça isso durante 30 segundos (ou um minuto), três vezes ao dia. 
     
    TRANSCENDENTAL
    Esse estilo é considerado uma técnica que tem como objetivo encontrar o mais profundo eu de cada um, ativando, assim, os reservatórios de energia, criatividade e inteligência que existem em cada um.  
     Com a prática, você irá transcender, ou seja, entrará em contato com o seu verdadeiro eu e todos os desequilíbrios que ele apresenta irão voltar ao normal - como níveis de estresse, ansiedade e tantos outros.
    Essa técnica deve ser praticada durante 15 a 20 minutos, duas vezes ao dia, com o praticante sentado e de olhos fechados para maior concentração e foco. É interessante buscar um curso para realizar o exercício sem erros. 
     
    ZAZEN
    A forma de praticar a técnica está descrita em seu próprio nome: "za" significa sentar-se, enquanto "zen" significa o estado de meditação.
    Zazen deve ser praticado por um período de 20 a 50 minutos, e é preciso manter-se imóvel, a não ser para pequenos e limitados movimentos de ajuste de postura. A coluna deve ficar reta e os olhos entreabertos em direção ao chão, além de outras exigências posturais. Durante todo o período, foca-se na respiração, em sua velocidade, intensidade e consistência. É importante manter a mente livre de quaisquer pensamentos durante a prática. 

    YOGA
    Yoga (ou Ioga) é um dos tipos de meditação mais conhecidos em todo o planeta. Foi criado há mais de 5 mil anos e, desde então, ultrapassou os limites geográficos da Índia (local onde nasceu a técnica) e invadiu todo o resto do mundo.
    A Yoga é uma prática que combina diversas posições corporais com movimentos de inspiração e expiração, sejam eles mais ou menos intensos, além de concentração absoluta no corpo e no que ele está realizando.
     
    É importante que essa prática sirva para te ajudar a se manter em equilíbrio, portanto;

    1- Comece com calma

    2- Esteja confortável, tanto em sua posição quanto com a prática  da meditação

    3- Siga uma rotina de exercícios que caiba na sua vida 

    4- Concentre-se! É uma prática que exige dedicação

    5- Não se cobre, vá aos poucos para se adaptar 

    Agora é só escolher a sua preferida e começar! 

     
     

Compartilhe

Comentários

Whatsapp